Regras para Publicação

Referêcias Bibliográficas

As “Referências Bibliográficas” devem ser inseridas no final do trabalho. A ordem a ser seguida é a alfabética, sempre em relação ao sobrenome do autor. Dúvidas podem ser solucionadas consultando as Normas Técnicas da Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT.

Exemplos:

1- LIVRO:

CHECCHINATO, D. Psicanálise de pais: crianças, sintoma dos pais. Rio de Janeiro: Cia de Freud, 2007. 181 p.

CAPÍTULO DE LIVRO DO MESMO AUTOR:

FREUD, S. El tabú de la virgindad. (1918). In: Obras Completas.
Trad. Lopez-Ballesteros y L. Torres. 3ª ed. Madrid: Biblioteca Nueva, 1972.

CAPÍTULO DE LIVRO, EM LIVRO DE OUTRO AUTOR:

STEFFEN, R. A tópica do imaginário. In: SOUZA FILHO, A. de A. Campinas: Papirus, 1985.

2- REVISTA

GRANT, W.H. Frigidez feminina e a dialética do amor, desejo e gozo. Revista Latinoamericana de Psicopatologia Fundamental. V.1, n.1, p. 26-39, set/1988.

3- TRABALHOS APRESENTADOS EM CONGRESSOS, PALESTRAS, SIMPÓSIOS.

CEZAROTTO, O. Desejo, Prazer e Gozo. Trabalho apresentado aos Encontros Preparatórios para a III Jornada da ACP: Mais, Ainda Gozo. Campinas, 27 de abril 2011.